Página Inicial

O II Fórum de Prevenção à Dependência Química no Contexto Escolar abriu a Semana de Saúde, Educação e Meio Ambiente que a ETE de Saúde promove, de 10 a 13 de novembro, no campus do CETEP Quintino – Centro de Educação Tecnológica e Profissionalizante, na zona norte do Rio.

O Fórum, aberto a todas as unidades da Fundação de Apoio à Escola Técnica – Rede Faetec, foi realizado no teatro do CETEP e focou na prevenção ao uso de entorpecentes e álcool entre os alunos da Rede.

As atividades começaram às 09h30, com a convocação dos integrantes da mesa solene logo após a execução do Hino Nacional Brasileiro. A mesa foi composta por Lilian Gomes, diretora da ETE de Saúde; Ana Cristina de Carvalho, membro da Divisão de Diversidade e Inclusão Educacional da FAETEC; Miguel Teixeira, coordenador do Curso de Prevenção de Álcool e Drogas da ETE de Saúde; e Ubirajara Cabral, chefe de gabinete da FAETEC.


Entre as primeiras considerações dos integrantes principais, Lilian Gomes defendeu que a prevenção da dependência química fosse além do programa do encontro. "É uma discussão que deve ser ampla e alvo da nossa instituição. Espero que retornemos às nossas unidades levando o que for debatido", afirmou a diretora.

Já o chefe de gabinete da Faetec chamou a atenção para a necessidade da empatia de todos os presentes com o tema do Fórum. "Essa ação envolve cidadania. Que a gente possa sair daqui mais elucidado, envolvido e convencido de que se trata de uma questão humanitária. O que a gente tem a ver com isso? Essa é a grande indagação!", constata Ubirajara Cabral.

Seguindo à apresentação da mesa solene, houve a mostra de projetos futuros e ativos de diversas unidades, como o Curso de Prevenção da ETE de Saúde, sob a coordenação de Miguel Teixeira. Ao falar do seu trabalho, o coordenador mostrou um histórico de programas na área desde a década de 40 e frisou a importância da educação no contexto. "A prevenção passa pelo modelo educacional e não mais pelo do medo. Não há prevenção sem educação", explicou Teixeira.

Além dos debates, o II Fórum também trouxe atividades artísticas dentro do tema, por meio da premiada peça de teatro "Histórias de um Garrafeiro", encenada pelo grupo Água na Boca; e todo o talento e o lado social do grupo AfroReggae, com o seu Afrolata.

A Semana de Saúde promovida pela unidade de Lilian Gomes continua até sexta-feira (13/11). Nas atividades que ainda estão por vir, destacam-se tenda com exposição de saúde bucal, doação de sangue, entre outras.