Apresentação Faetec

capa apresentaçãoResponsável pela implementação da política de Educação Profissional e Tecnológica pública e gratuita no Estado do Rio de Janeiro, a Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), vinculada à Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, deu seus primeiros passos em 10 de junho de 1997. Atualmente, a Rede atende cerca de 300 mil alunos por ano em mais de 130 unidades de ensino, que somam a oferta no Ensino Técnico de Nível Médio, na Formação Inicial e Continuada / Qualificação Profissional e na Educação Superior.

 Criada pela Lei nº 2.735/97 e alterada pela Lei nº 3.808/02, é uma entidade sem fins lucrativos, com personalidade jurídica de Direito Público, de duração indeterminada. Sua sede administrativa, situada em um imenso complexo de mais de 1.900.000 m², está localizada na capital do Rio de Janeiro, no bairro de Quintino Bocaiúva, Zona Norte da cidade.

 As inovações tecnológicas em consonância com a realidade dos setores produtivos são as marcas da formação oferecida pela Faetec, dando a ela status de uma das mais importantes redes de Educação Pública e Profissionalizante do Brasil. Reafirmando o compromisso do Governo do Estado em ampliar as oportunidades de qualificação à população bem como elevar os índices de empregabilidade, a Fundação contribui para o desenvolvimento econômico e social dos municípios fluminenses.

 Em processo de plena expansão pelo Estado, estimase que, até o fim de 2014, cerca de 400 mil vagas em cursos da Fundação sejam oferecidas à população. A aposta em projetos de inclusão social, as parcerias com instituições nacionais e internacionais e um olhar atento ao bem-estar de servidores e funcionários são alguns dos fatores que contribuem para que a Faetec seja uma instituição com ensino de referência que agrega humanização, cidadania e tecnologia.

Área de Atuação

 Com ampla oferta de Educação Profissional e Tecnológica pública e gratuita de qualidade, a Faetec está em todas as regiões do Estado do Rio de Janeiro, apostando no potencial econômico dos municípios fluminenses. Ao todo, 51 cidades contam com a presença da Fundação através de oportunidades em diversos segmentos de ensino.

 Algumas das unidades são: Escolas Técnicas Estaduais (ETEs), Centros de Educação Tecnológica e Profissionalizante (Ceteps), Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs), Escolas de Artes Técnicas (EATs), Faculdades de Educação Tecnológica do Estado do Rio de Janeiro (Faeterjs) e Centros de Referência em Formação de Profissionais da Educação (Iserj e Isepam).

 O ensino na Rede é desenvolvido com base nos seguintes eixos tecnológicos: Ambiente e Saúde; Controle e Processos Industriais; Desenvolvimento Educacional e Social; Gestão e Negócios; Informação e Comunicação; Infraestrutura; Produção Alimentícia; Produção Cultural e Design; Produção Industrial; Recursos Naturais; Segurança; Turísmo, Hospitalidade e Lazer.

História da Inclusão na Rede Faetec

 A política de Inclusão Educacional foi iniciada em novembro de 2003, através de um Programa de Inclusão na Educação vocacionado para estimular, mobilizar, conscientizar e construir coletivamente a Escola Para Todos. As ações consistem na inclusão de pessoas com deficiências, transtornos globais de desenvolvimento e com altas habilidades/superdotação nas oportunidades de Educação Profissional.

 Em 2007, a Faetec criou a Divisão de Diversidade e Inclusão Educacional, com o objetivo de favorecer processos e dinâmicas educacionais, que reconheçam e incluam a diversidade humana nas dimensões física, política, cultural e social, na perspectiva das práticas educativas desenvolvidas nas unidades escolares da Rede Faetec.

 Essa política é uma conquista que confirma a compreensão da inclusão na educação como parte de um movimento maior, pelo qual se busca não só garantir o acesso e permanência, mas também a qualidade e a equidade na educação, para as pessoas com necessidades educacionais especiais.

 Orientando-se pelas atuais Políticas Nacionais de Educação Inclusiva, a Faetec oferece à comunidade escolar: Sala de Recursos Multifuncionais, Intérpretes de Libras, Sala de Imprensa Braille, Fórum Itinerante de Educação Especial nas unidades de ensino, Formação Continuada em Libras, Braille, Orientação e Mobilidade, Altas Habilidades, Transtornos Globais do Desenvolvimento, Deficiências (visual / auditiva / intelectual / física / múltiplas).

História no Esporte e na Cultura

 Na área de Esporte, os Centros de Educação Física e Esportes assumem um papel de destaque na Rede Faetec, beneficiando alunos e integrantes da comunidade com projetos de diversas naturezas. Associando a saúde do corpo à saúde da mente, professores dão aulas de esportes coletivos e natação, entre outras modalidades.

 Outro papel importante é desempenhado pelo Centro Interamericano de Artes Marciais, que, desde 1996, forma jovens e adultos capazes de competir e obter bons resultados nas disputas oficiais desta modalidade esportiva.

 A Faetec também se faz presente no âmbito cultural. Por meio da música, os alunos têm acesso aos clássicos universais e aos autores que se consagraram e deram identidade às músicas populares e eruditas brasileiras, através das Escolas de Música e Bandas. Um dos destaques da Rede é o curso Técnico de Dança da Escola Técnica Estadual Adolpho Bloch, que foi o primeiro da América Latina.

 Nas artes cênicas, a Faetec administra a Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena, formando profissionais de teatro para a atuação em palco, bem como em campos afins, tais como cenografia, figurino e canto. Nela, são ministradas aulas de produção artística e cultural.

 As Escolas de Artes Técnicas formam profissionais especializados para as atividades dos bastidores do teatro e do Carnaval, habilitando-os para a confecção de fantasias, adornos e adereços e, também, para a organização, planejamento e liderança na área de produção de espetáculos.