Principal

Presidente da Faetec é eleito Personalidade Educacional 2013


O presidente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), Celso Pansera, será homenageado, em outubro, com o título Personalidade Educacional 2013. Pautado por uma gestão transparente e comprometido com o avanço da Educação Profissional e Tecnológica no Estado do Rio de Janeiro, o gaúcho, que escolheu o Rio para ser sua segunda casa, entra para o hall de renomados educadores agraciados com a premiação, concedida pela Associação Brasileira de Educação (ABE), Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e Jornal Folha Dirigida. 

Formado em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e pós-graduado em Administração e Supervisão Escolar pela Universidade Candido Mendes, o professor Celso Pansera considera que o prêmio é o reconhecimento pela dedicação de anos por melhorias na Educação pública. 

– Me sinto honrado em receber a premiação concedida por essas três instituições de renome. Desde que cheguei à Faetec, na gestão do governador Sérgio Cabral, nossa preocupação foi combater o apagão de mão de obra no Rio de Janeiro. A melhor forma de retribuir esse reconhecimento é levando ao cidadão fluminense mais oportunidades de qualificação e fazer com que a Fundação se consolide também como uma referência nacional em Educação Profissional – frisa Celso Pansera. 

Realizada há 15 anos, a iniciativa reconhece o trabalho de três instituições e dez educadores, escolhidos por um colégio eleitoral de, aproximadamente, 6 mil pessoas, entre professores de escolas públicas e privadas, gestores, representantes de órgãos públicos, autoridades e outros.

Destaque este ano também para dois homenageados que contribuem para o bom desempenho da Faetec: os professores Antônio Freitas, que compõe o Conselho Superior da Fundação, e Celso Niskier, integrante do Conselho Consultivo da Rede. As instituições a serem homenageadas são a União dos Professores Públicos no Estado-Sindicato (UPPES), o Sindicato dos Estabelecimentos de Educação Básica do Rio de Janeiro (Sinepe-Rio) e o Programa Música no Museu.

A solenidade de premiação será realizada no dia 17 de outubro, às 19 horas, no auditório do Clube da Aeronáutica, localizado na Praça XV, Centro, Rio de Janeiro.

 

Expansão e mudanças são marcas da gestão

Desde o início de sua gestão, em 2009, Celso Pansera lidera um grupo empenhado em promover uma verdadeira revolução na Educação Profissional e Tecnológica no Rio de Janeiro. Com apoio da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, fundamental no processo de consolidação dos projetos da Faetec, entre as metas estava a implementação dos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs), iniciada em 2007, quando Pansera assumiu uma diretoria na Fundação.

Com boa receptividade onde os primeiros CVTs haviam sido instalados, ao assumir a Presidência da Faetec, Celso Pansera e equipe se empenharam para garantir a outros municípios fluminenses melhores oportunidades de qualificação profissional. Atualmente, são 33 centros em pleno funcionamento, sendo a meta, até o fim de 2014, entregar à população mais 17 unidades, somando 50 escolas dessa natureza.

No que tange o Ensino Técnico oferecido pela Faetec, mudanças oportunizaram a vida de diversos jovens com a implementação do Ensino Médio Integrado. Entre os avanços, duas novas unidades foram inauguradas: as Escolas Técnicas Estaduais (ETEs) Imbariê, na Baixada Fluminense, e Helber Vignoli Muniz, em Bacaxá, Saquarema. Entre as metas para cumprir ainda este ano, está a ampliação da ETE Volta Redonda, que, em 2014, ganhará também novos cursos Técnicos. No ano que vem, haverá, ainda, a transformação do Centro de Educação Profissional em Tecnologia da Informação (Cepti), em Petrópolis, em uma Escola Técnica.

A interiorização da Educação Superior pelo Estado do Rio também é um trabalho que vem sendo desenvolvido ao longo de sua gestão. Por meio da criação das Faculdades de Educação Tecnológica (Faeterjs), ocorrida em 2012, Pansera pretende levar cursos de Graduação e Pós a municípios com poucas oportunidades públicas e gratuitas. Campos dos Goytacazes e Santo Antônio de Pádua são pontos certos de instalação de novas unidades até o início de 2014. 

O olhar apurado para as questões da Educação Pública no Brasil e a atuação efetiva em diversas outras áreas levaram o professor Celso Pansera a receber, em 2010, o título de Cidadão do Rio de Janeiro, na Assembleia Legislativa (Alerj). Já a Faetec, em 2011, foi agraciada com o título Instituição Educacional, concedido pelas mesmas três instituições que agora homenageiam o educador.


Fonte: FAETEC